MUVUCA: já ouviu falar? E mundo VUCA?

 

Muvuca já foi até nome de um programa de TV há mais de vinte anos. De origem indígena e africana, significa uma grande agitação, uma grande confusão, um tumulto.

Isto parece bem apropriado para o mundo de hoje não é verdade?

A complexidade crescente dos meios social, político e econômico, com as constantes e rápidas mudanças nos cenários globais, criam um emaranhado permitindo admitir mais de uma leitura para uma mesma situação, trazendo a incerteza para o centro das decisões. Novas soluções precisam constantemente serem criadas para os pequenos e grandes problemas na vida empresarial e pessoal.

Mas porque me lembrei da muvuca hoje?

 

Bem, lá em 1990, as forças armadas americanas face a um desfecho do final da Guerra Fria não muito esperado por eles, passaram a conviver com um cenário hostil, com incertezas, e imprevisibilidades, que poderiam fazer as estratégias traçadas em certo momento, ter que mudar no momento seguinte e com decisões extremamente rápidas. Criaram então um conceito que foi batizado de VUCA, acrônimo para volatility, uncertainty, complexity e ambiguity que traduzido significa, volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.

 

Mas como estrategicamente todo ou quase todo conceito militar acaba em nossas empresas, aqui não foi diferente.

Quando as estratégias e táticas engessadas passaram a não fazer mais sentido frente a um mundo de mudanças cada vez mais rápidas, as empresas perceberam que aquele cenário hostil, com incertezas, e imprevisibilidades, que poderiam fazer suas estratégias traçadas em um certo momento, não mais funcionarem no momento seguinte e que decisões extremamente rápidas para conter os concorrentes precisariam ser tomadas e perceberam o que significava o mundo VUCA.

Este conceito passou então a fazer sentido para elas, e foi trazido para o mundo corporativo, mais ou menos em 2008.

 

Muitas empresas passaram a centralizar serviços achando que esta era a solução mágica.  Porém um médico amigo meu costuma dizer que uma dor de barriga tem 1000 causas e logo precisam de remédios diferentes. E isto é a pura verdade também aqui para as empresas.

 

Muitos processos de TI que aparentemente trariam rapidez nas soluções, tem o efeito contrário, porque uma coisa é ser tático e outra coisa é ser estratégico.

 

Mas como viver então no Mundo VUCA, onde a volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade estão presentes e são praticamente os pilares deste “novo” mundo?

 

Bem, como dizia Júlio Gouveia, quando apresentava o Sítio do Pica-pau Amarelo: “Isto é uma outra história, que fica para uma outra vez…”

 

Aguardem o próximo blog.