Você já pensou em escrever um livro? Pois é! Independente do que você queira escrever, qual o tema que você escolha, este é um projeto que vale a pena tirar da gaveta. A primeira coisa que vem à mente é “não tenho tempo “, a segunda é “e se os leitores não gostarem?” e finalmente a terceira que faz você fechar mais uma vez a gaveta, “não sei me expressar muito bem”!

Eu passei por estas fazes, e não vou dizer quantos anos levei para tomar coragem e escrever meu primeiro livro. Sim primeiro, porque virão outros! Gostei e me empolguei com isto.

Primeiro vamos eliminar a questão do tempo. Meu dia tem 24 horas e o seu também. Logo, é uma questão de uma boa gestão do seu tempo. Veja como está gastando seu tempo. Você dedica mais tempo para coisas ou atividades importantes, urgentes ou circunstanciais?

Veja, as atividades importantes são as que trazem os resultados mais efetivos para sua vida e fazem a diferença em seu trabalho, e em sua vida. Trazem o resultado em curto, médio e longo prazo. Levam você a alcançar suas metas, realizar seu sonho. Devem ser planejadas, com prazos racionalmente bem definidos e realizadas sem improvisos.

Atividades urgentes: as que não têm prazo. O prazo é JÁ. Devem ser realizadas imediatamente e tanto o resultado como as consequências também são imediatos, JÁ. São aquelas que chegam em cima da hora, atropelando, e colocando o estresse lá em cima. As vezes é culpa do seu esquecimento, outras vezes ou quase sempre, causadas por outras pessoas. Aquelas do tipo: “me ajuda que fiquei enrolado.”

Por fim as circunstanciais.  São as tarefas desnecessárias, que não trazem nenhum resultado, como por exemplo, o tempo gasto desnecessariamente com a televisão ou com a internet, nas redes ou qualquer outra coisa semelhante.  Também quando você̂ acaba fazendo alguma coisa por mera formalidade, sem ser sua vontade, mas em função de outra pessoa. Só para não ficar “chato.”

Entendendo como está dividido seu tempo, com certeza achará o seu tempinho para escrever.

Em segundo lugar, a questão dos leitores.

Bem, lembre que nunca agradamos a todos. Mas, se provocarmos uma reflexão sobre o tema, o mais importante não é que todos gostem ou concordem com o que escrevemos, mas que encontrem suas respostas. Que mensagem você quer passar aos seus leitores? Independente do tema, o importante e que possam compreendê-lo, analisá-lo e refletir sobre ele.

Leia, pesquise bastante sobre o assunto que vai escrever ainda que você o conheça profundamente. Pesquisar, ler outras opiniões e outros pontos de vista, enriquecerá sem dúvida seus escritos.

E por fim se você acha que tem dificuldade para se expressar, faça um curso breve de redação, escreva pequenos textos e peça para alguma pessoa amiga e experiente para ler e dar sua opinião, não propriamente sobre o tema e sim como ele está escrito.

As vezes você tem dificuldade de se expressar quando fala para outras pessoas, em reuniões por exemplo, porque é tímido e as respostas que precisa dar na maioria das vezes precisam ser rápidas e precisas. Porém quando escreve, você pode refletir sobre o que está apresentando em seu texto e não tem a pressão do imediato.

Enfim, escrever e publicar meu primeiro livro, deu-me um enorme prazer, mas não foi fácil não!

Você vai descobrir que dá trabalho e exigirá persistência. Como disse, pesquise.  Não acredite muito nessa coisa de inspiração de escritor, escrever se aprende escrevendo e o que vale é o trabalho e a dedicação. Não desista nas primeiras páginas. Vá até o final. Tire seu sonho da gaveta e não deixe isto para amanhã. Lembre que o amanhã é hoje e o futuro é agora!

Boa sorte e me convide para sua noite de autógrafos.

 

Ademar Chaves Filho

@actadvanced.com.br